segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Calendário Ambiental 2013

http://ecologicamentecorreto2.blogspot.com.br/2011/09/fique-atento-calendari-ambiental.html










sábado, 5 de janeiro de 2013

Dinâmicas para o primeiro dia de aula

Existem várias dinâmicas que podem ser usadas no primeiro dia de aula para conseguir entrosamento entre os alunos, criar uma atmosfera favorável ao aprendizado e também coletar dados sobre eles.






Dinâmica da entrevista


Com essa dinâmica será possível saber os dados pessoais dos alunos: o que fazem, o que gostam, o que não gostam. Em primeiro lugar deve-se preparar uma fichinha bem bonitinha para ser preenchida com todos os dados do aluno: idade, telefone, e-mail, esporte favorito, música, filme que mais gostou, livros que leu e gostou, se tem irmãos, nomes dos pais, etc. Inclua tudo o que gostaria de saber.

Logo no início da primeira aula, depois de se apresentar e dizer como será o semestre, regras, etc, diga a eles que eles irão entrevistar alguém. Uma ficha é entregue a cada um e a orientação é de que devem fazer aquelas perguntas a alguém até preencher todos os dados. O nome do aluno entrevistado deve ser anotado.

O tempo é importante, diga que terão alguns minutos para realizar a atividade, conforme o número de alunos, e que poderão escolher quem querem entrevistar, mas que cada aluno só poderá ser entrevistado uma vez (se o que escolheram já foi entrevistado terão que escolher outro). Todos devem ser entrevistados.

A classe fica numa bagunça total durante os minutos da entrevista, quando o tempo termina pode-se apitar ou tocar uma sineta. Voltam todos a seus lugares, então pergunta-se ao aluno quem ele entrevistou. Ele diz o nome do aluno e o aponta, então o professor pergunta: como é o nome da mãe dele?

A atividade se segue perguntando a cada um quem ele entrevistou e fazendo uma das perguntas. Quando tiver feito todas as perguntas (não sobre todos os alunos, uma pergunta sobre cada aluno) encerra-se a atividade e são recolhidas as fichinhas, que ficam com o professor o ano todo, podendo acrescentar mais dados à medida que vão sendo informados ou que sofrem mudanças.

Essa dinâmica foi retirada do blog Coelho da Cartola. Outras dinâmicas podem ser feitas ou readaptadas pelo professor de acordo com as suas necessidades e a de seus alunos:

Quem sou eu?



quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Dicas e fundamentos para ensinar e aprender com facilidade


  • Assim como a natureza começa do início, a aprendizagem começa pela “limpeza” da mente dos alunos, para poder “cultivá-la”.
  • O aluno precisa ser provocado, incentivado, desafiado a querer saber. “O método de ensinar deve diminuir o trabalho de aprender”.
  • Toda arte deve encerrar-se em muito poucas regras, mas exatíssimas. Toda regra deve estar contida em pouquíssimas palavras, mas claríssimas. Cada regra deve ser seguida de numerosos exemplos que façam ver como é grande a variedade dos casos a que se entende a sua aplicação.
  • Apresenta-se primeiro o que o aluno conhece, para depois introduzir o inédito.
  • Ensina-se o essencial e provoca-se o desejo de saber o restante.
  • É preciso dar tempo ao tempo. O aluno só vai entender algumas coisas quando tiver dominado as etapas anteriores.
  • Ensina-se a andar e depois se deixa que caminhem. Ninguém pode caminhar o caminho que é do outro.
  • Devem-se utilizar de todos os métodos e técnicas que se conhece, e até os que ainda não se conhece, para que se possa atuar da maneira melhor possível.
  • Deve-se mostrar ao aluno, sempre, a utilidade daquilo que vamos ensinar, para que ele não pense que é aprendizagem inútil e passe a desinteressar-se.
  • Na mesma escola, seja a mesma a ordem e os processos de todos os exercícios. Que todos os professores falem a mesma linguagem (metodologia, avaliação...).



Fonte: COMENIUS, Jan Amos (28/03/1592-15/11/1670), Didática magna; a arte de ensinar tudo a todos.

Oito dicas para manter os alunos motivados


 1. Estabelecer metas individuais. Isso permite que os alunos desenvolvam seu próprio critério de sucesso.

 2.  Emoções positivas melhoram a motivação. Se o professor puder tornar alguma coisa engraçada ou emocionante, a turma tende a aprender muito mais.

 3. Deve-se despertar no aluno o desejo de aprender.

4. É preciso dar atenção, mostre ao aluno que o progresso dele é importante. Ser indiferente a uma criança é um poderoso desmotivador.

5. Devem-se negociar regras para o desenvolvimento do trabalho.

6.  Mostrar como o conteúdo pode ser aplicado na vida real.

7. Em vez de recriminar respostas ou atitudes erradas, reconhecer o trabalho bem feito.

8. Sempre que possível, oferecer opções de atividades.


Fonte: COMENIUS, Jan Amos (28/03/1592-15/11/1670), Didática magna; a arte de ensinar tudo a todos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...